sábado, 20 de dezembro de 2008

E porque é Natal...

NATAL...

Natal... Na província neva.
Nos lares aconchegados,
Um sentimento conserva
Os sentimentos passados.

Coração oposto ao mundo,
Como a família é verdade!
Meu pensamento é profundo,
Estou só e sonho saudade.

E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei!

FERNANDO PESSOA

3 comentários:

Rita disse...

Hoje deu-te pró lado poetico amoré mio?

Sim senhora:D Já sabes que eu gosto muito do Fernando Pessoa;)

Beijinho@

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

... é natal para todos, menos para mim... :)

Beijo meu ♥,

A Elite

gracious dreams disse...

How come Elite? Diga-se de passagem também que o natal é quando o homem quiser por isso... ;)